sábado, 16 de fevereiro de 2008

sQuba - Carro submarino

foto de divulgação do sQuba - Rinspeed Corporation.

Em sua postagem anterior, a Vivian falou de sua paixão pelo carro Laika. Uma paixão que envolve nostalgia: suas memórias e o passado da sua família. Fico pensando... o que seria da história do Design sem essas 'paixões de família'; paixões de colecionares, de restauradores ou mesmo de saudosistas? Ainda no mesmo tema - design de automóveis - só que falando do futuro: de desejos e projeções, eu tive a idéia de falar de um outro 'carro', o sQuba!

Penso que, fazer o design conceitual de um objeto significa explorar ao máximo as possibilidades de uso e (ou) significação e (ou) recepção que poderiam ser construídas através desses projetos. Grifo 'poderiam' e 'projetos' porque o design conceitual é, principalmente, uma experiência sobre o que seria possível (poder - o que pode ser), mesmo que ainda não assimilável em massa, e sobre o que é projetável (jogado para frente, para um futuro).

O Rinspeed sQuba, é um exemplo bem atual de design conceitual, nada menos que o primeiro carro submergível do mundo! Ele foi projetado pela Rinspeed, para ter 0% de emissão de poluentes, como se fosse pouco ele rodar debaixo d água....

Segundo a Veja on-line, "a fábrica suíça Rinspeed apresentou nesta quinta-feira o primeiro carro submarino do mundo, o sQuba, que será lançado no Salão de Genebra, em março. De acordo com o projetista, Frank M. Rinderknecht, o carro obedece aos critérios de emissão de poluentes zero, porque é dotado de três motores elétricos acionados por bateria de lítio. Na água, o sQuba é capaz de manter estabilidade a uma profundidade de até 10 metros, mantido submerso por sistema de direcionamento de jato d’água. O deslocamento é feito por duas hélices na traseira. O carro também pode deslocar-se nas estradas de forma autônoma – bastando o acionamento de um botão no painel. Rinderknecht disse que para conceber o veículo se inspirou no filme 007 – O Espião Que Me Amava, com Roger Moore interpretando o espião britânico James Bond".

É isso que eu falo por "projetar o futuro": um filme como 077 - O Espião Que Me Amava; obra de ficção, serve de inspiração para o projeto de um carro que só futuramente poderá (ou não) ser acessível. Enquanto isso, cabe a designers como Frank M. Rinderknecht, projetar o design do amanhã.

No site da Rinspeed, na sessão Concept cars, podemos ver outros carros conceituais (uns 16!), destaque para o Rinspeed Splash, que é o carro hidroplanador, premiado no Geneva Motor Show 2004.


foto de divulgação do Splash - Rinspeed Corporation.

Só agora lembrei que, no domingo passado, quando voltava da Lagoa da Conceição para o Campeche, vi um carro que caiu dentro da Lagoa! Na margem, tinha um policial, uma menina e outras pessoas com cara de: "meu Deus, e agora?" Eu deveria ter parado pra ver, mas eu tinha arranhado o carro minutos antes (vaga apertada + rua estreita + mais motorista afobado....) e, por isso, aquela cena me pareceu mais um sinal (um aviso dos céus) do que uma coisa inusitada ou curiosa... eu hein! imagina se, na pressa de parar o carro pra ver o acidente, eu também me jogasse dentro da Lagoa???

É claro, se eu tivesse um Rinspeed sQuba eu nem me preocuparia, me jogava direto - 'toda vida, toda vida', e ainda snobava, que nem o 077 metido a galã do vídeo-conceito :]

danpiantino

2 comentários:

Vivi G. L. disse...

Dan, acho fantástico mesmo...quando vi que vc tinha colocado o post sobre ele, pensei comigo: poxa, o design... o que seria da gente sem as grandes criações do homem junto com o design?
Já pensou, se o Laikinha voasse?! Ia ser o must! hahahahahaha!!!
Vivis

DanPiantino disse...

Pode deixar vivi, faremos o Laikinha voar!!! rsrsrs
AGUARDEM...

danpiantino

DESPIROGRÁFICO

conectando desde 09/2007

DESPIROGRÁFICO

meu mundo é observar