sexta-feira, 28 de setembro de 2007

cultura dos duplos

(conectando o que a Vivian colocou em sua última postagem e, ao mesmo tempo, desviando o assunto)

É incrível como a teledramaturgia (novela) envolve nosso cotidiano. Desde a mobilição das conversas de ônibus e jantar, até a mídia. Sim! pasmem, vocês acham que é atoa o fato do Globo Reporter de hoje falar de gêmeos??? Em design de produto e em moda, não há melhor garantia de sucesso do que a inserção de merchandising em uma novela das 8. Enfim, moda, design, mitologia, literatura e novela, está tudo ligado...
A questão que eu levanto é sobre a relação entre o imaginário sobre os duplos (gêmeos, sósias e imitadores) e os temores de traição que as pessoas sentem. Essa é a fórmula do autor da novela: "o duplo traidor". Fórmula recorente na literatura e narrativas:

"A construção de tramas envolvendo o duplo é tradicional na literatura, no cinema e nas novelas. Nos 1800, Alexandre Dumas escreveu Os Irmãos Corsos, em que os irmãos Luís e Luciano de Franchi têm os pais assassinados ao nascer e são criados em terras distantes sem saber da existência um do outro (filmado em 1941). Em O Homem da Máscara de Ferro, também de Dumas, o rei Luís 14 manda para as masmorras o irmão gêmeo que ninguém sabe existir até os três mosqueteiros descobrirem a crueldade. A última versão para o cinema é de 1998, com Leonardo Di Caprio. O campo das telenovelas também foi fertilizado pela fantasia dos gêmeos. João Victor e Quinzinho, interpretados por Tony Ramos na novela Baila Comigo (1981), de Manoel Carlos, e Ruth e Raquel (Eva Wilma/Glória Pires), de Mulheres de Areia, de Ivani Ribeiro (1973 e 93) ainda estão na memória dos noveleiros." (Leila Reis, ver texto completo)

Enfim, não acho que o impacto das novelas é gratuito. Eles usam fórmulas antigas e endentê-las, talvez seja superá-las... Eles querem prender a atenção do espectador a qualquer custo. E pelo visto é longe dos fatos políticos e sociais...

É Vivi, hoje, ninguém está preocupado em saber quem votou a favor, ou contra a cassação do senador Renan... aliás, foi voto secreto. obs.: e aí, me diz, você acha que vai ganhor o carro da promoção da Ana Maria Braga que você falou? hauhauahuahaua

sobre "os duplos na literatura":

FUTILIDADE SA SEMANA...e a gente coloca aqui...tsc, tsc

Ontem de noite um prédio desabou. Duas crianças morreram. Hoje faz um ano que o avião da Gol caiu e matou 154 pessoas. Os políticos tão abusando da cara-de-pau. Dois irmãos assassinados por um louquinho que diz que vê coisas. Legal, a avó que gerou dois netos...agora, eu acordo de manhã, vejo as imagens da semana, e logo depois vem Ana Maria Braga sorteando carro zero pra quem acertar quem matou Taís.
Infelizmente, nós brasileiros adoramos novelas, entramos naquela mundo Projac de cara.
Esse post é só pra registrar um dos momentos do país: no passado, quem matou Odete? No presente, quem votou à favor do Renan? Sacou? Não é para entender muito não, é só para você pensar um pouquinho no mundo a nossa volta...que loucuraaaaaaaaaaaa!!!
DESPIROGRÁFICO MOMENTO TIRAÇÃO DE SARRO!

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

DO OUTRO LADO DO MUNDO




Percebo uma coisa meio oriente no ar. Meio não, totalmente, no ar que respiramos.Na TV, na moda, em site, em projetos gráficos, na decoração, até na música. O oriente está por ai.Estava eu fazendo uma das minhas várias pesquisas e cai no site da SOMMER, no momento, SOMMERLAND. Tipo, influência total no filme “Dolls”, de Takeshi Kitano. Eu, pelo menos, identifiquei na hora. É só você olhar uma das cenas principais do filme que você verá...tem tuuudo haver. Sem contar que várias marcas de moda também optaram pelo lado nipônico das meninas e meninos que saem nas ruas do jeito que querem, parecendo que tiraram todo o que gostam dos seus armários para se vestir. É bem legal. A revista Vogue divulgou esta tendência, das bonequinhas, lolitas do Japão, para o verão 2008. Tudo muito colorido, enfeitado, uma misturança só. Eu gosto. Sempre gostei. Agora que estão pegando o gosto pela coisa. Tem até rapper investindo nessa “ondinha”.Gente, é tanta coisa que é de ficar louco, no bom sentido. Isso é ótimo, pois cheguei nas referências que queria, como vocês já notaram acima: tem o vídeo zueira do "Tela Class" da MTV, cenas do filme "Dolls", a galera inspiradora nas ruas, a campanha e o site da marca SOMMER, um trechinho do vídeo clipe "Stronger" do rapper Kanye West e o design gráfico do super Ikko Tanaka. Adoro esse lado minimalista e poluidex deles!

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

stopMotion Akatu



Estava assistindo TV, como quem não tem o que fazer da vida, e vi a campanha do instituto Akatu feita em Stop Motion (passa na globo, tv aberta). É tão simples e, ao mesmo tempo, tão detalhada, com planos de enquadramento tão bem bolados, com um ritmo legal, que eu corri pra internet pra achar um vídeo e poder compartilhar com vocês. A animação foi feita por Carlo Giovani, illustrador e designer gráfico. Em breve farei uma postagem sobre os trabalhos dele (principalmente com papel). Aliás, quando vejo o que ele faz com papel... tem a mistura do que há de melhor do Stop Motion (o estilo tosco, mas preciso), do design gráfico (dos recortes e das formas) e da ilustração (da emoção dos traços e dos personagens), enfim, de tudo que é artesanal e contemporâneo, bacanóooovisky!!!!!
http://carlogiovani.com/akatu/

danpiantino

terça-feira, 25 de setembro de 2007

FIM DE TARDE...


Correira total hoje.

Nos bastidores do DESPIROGRÁFICO está sendo muito falado sobre cotidiano...gente, depois de quatro anos pegando buzão direto aqui por Floripa, "costeando" o mar até chegar em casa, eu aprendi a enxergar o cotidiano de outra forma. Ontem mesmo estava falando, explicando pro meu pai, o que, é ter esta visão. Você passa todo dia pelo mesmo lugar, de bom e de mau humor, e de repente...você repara numa casa que nunca tinha visto. No outro dia repara na janela dela. No outro, vê quem mora lá. E assim vai.
Esta foto aí de cima tirei ontem, no segundo fim de tarde da primavera...lindo! Muito trânsito, horário de pico em Floripa, entrando na ponte, e o sol sumindo, ali, daquele jeito todo especial, entre carros, ônibus, caminhão...e entre o viaduto do Rita Maria, onde vi várias coisas durante aqueles quatro anos: moradores de rua, lixo, uma florzinha nascendo.
"Um pedacinho de terra perdido no mar..." e eu, com a minha câmera, perdida no meio do mini-trânsito versus uma mega paisagem.

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Bridge Art Fair 2007, só que em Londres


A foto diz tudo. Entrem no site e vejam depois.
De 11 a 14 de outrubro, pura arte contemporânea.
E depois tem mais: dezembro em Miami e em março de 2008 em Nova Yorke.

domingo, 23 de setembro de 2007

TEMPOS DE FACUL I

A questão é: eu amo fotografia. Pode ser de qualquer coisa. Eu amo. E eu também gosto muito de ficar fazendo usando ela para coisas boas...e nada mais significativo, para mim, do que dar as boas-vindas para a Anita desta forma.
Esta foto faz tempo...nós três: Dan, Anita e eu no primeiro dia de aula da 4º fase da facul...só posso dixzer pra vocês que isso faz um tempo, só isso...hahahahaha!!!
Atá amanhã peoples!
E bem-vinda Anaaaaaa!!!!

Recorte Cultural

Um programa de televisão sobre cultura, num formato surpreendente. Onde o tempo é fragmentado e dilatado, onde o corte não significa a interrupção do pensamento para a inserção de um comercial, mas sim, distanciamento: possibilidade e desafio ao espectador. Assim é Recorte Cultural, apresentado por Michel Melamed e dirigido por Denise Moraes.

Os convidados são vários, dos diretores de cinema, tv, teatro, ao artistas plásticos, atores e atrizes, cantores, instrumentistas, enfim, quem faz cultura no Brasil (e principalmente no eixo Rio-São Paulo). As inserções são infinitas, trechos de filmes, frases de pensadores, causos e memórias, curiosidades dos bastidores da realização cultural...

Mais do que explicar cultura (e isso é possível?) o programa consegue nos seduzir a consumir cultura, ler aqueles livros que parecem coisa do passado, correr na locadora atrás de filmes daqueles diretores que dá medo só de ouvir o nome, sem "churumelas".
Opiniões de outros blogueiros: Culturálhia, Stereovisor.

Recorte Cultural
de segunda a sexta 20h (com reprise 24h)
TVEBRASIL
danpiantino

sábado, 22 de setembro de 2007

meine liebe für..


































Inicio hoje a minha participação neste mundo novo, para mim pelo menos, denominado blogosfera.
E para começar no blog dos meus queridos amigos Dan Piantino e Vivian Goldfeder, eu, Ana Rodrigues, assinando aqui como Anita, apelido dado pela nossa querida amiga, designer, artista e ilustradora de respeito, Ane Mitri.
Bom, vamos logo ao assunto, claro, o meu preferido: design editorial e tipografia. Já faz tempo que tenho um caso de amor imenso, intenso e incondicional pelos livros e nessas minhas rotineiras andanças pelas livrarias de São Paulo, de onde escrevo e vivo atualmente, encontrei e obviamente me apaixonei pela editora alemã Verlag Hermann Schmidt Mainz.
Os alemães são especialistas no assunto. Boa parte dos livros editados pela Verlang tem como principais títulos a Tipografia. Opa! Livros lindos, com design maravilhoso e títulos variados sobre o mundo tipográfico. Qual designer não se apaixonaria por isso?
Além dos livros, a editora lança objetos e outros inventos tipográficos. Vale a pena dar uma espiada, claro que eu prefiro sempre a experiência sensorial , o tato, neste caso.
E para não esquecer da minha favorita e amada Die Gestalten Verlang, uma das editoras européias mais bacanas do momento.Por aqui os exemplares podem ser apreciados e adquiridos pela importadora e livraria Toc na Cuca ou na Livraria Pop. E pelo site da verlang, você confere e compra non-books, fontes digitais,revistas..
Por isso, minha gente, que os alemães terão sempre espaço nas prateleiras e no coração dessa designer apaixonada!

http://www.die-gestalten.de
http://www.typografie.de/
http://www.livrariapop.com.br
http://www.tocdearte.com.br/

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

MOMENTO PUBLICIDADE


Achei o site de uma das agências de publicidade mais legais do momento: a JWT.
Muito legal...jovem, com ilustrações, cores, tudo muito atual. E as propagandas que eles fazem então? A "Lady Murphw", as "cabeças" do Focus, do Ford Fiesta, a formiga que leva um pito da outra formiga por causa da balinha que tem 0% de açúcar...enfim, são várias propagandas e muitas idéias show de bola que tem tudo haver com a cara e jeito de ser que a nossa sociedade brasileira está vivendo no momento. As pessoas estão se identificando, seja lá como for.
Adoruuuuuu!!!! E, tenho que dar destaque pra alguma coisa, né?! Entre as várias propagandas da JWT que eu assisto, eu adoro essa nova do Halls...poucas cores, vibrantes, da cor da balinha...dá muuuita vontade consumir! hahahahaha!!!! Fora que o design da bala é show de bola, né?! Me lembrou muito o filme Tron...video game puro!
Enfim...entrem no site da agência e delicie-e vendo, ou analisando, como queira, estes anúncios super legais.




quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Quero Ser Jonh Malkovich

Podem me chamar de atrasado, mas só ontem eu assisti "Quero Ser Jonh Malkovich" (Being Jonh Malkovich, 1999) e, "santa piração Batman!", é muito bom. Tem muito haver com algumas coisas que estou estudando pra minha monografia da faculdade (representação, mente, linguagem, metalinguagem, cérebro, imagem, reflexo). Mas, muita calma nessa hora, o que nos interessa agora é levantar uma questão gráfica.

Catei três cartazes do filme e coloquei na imagem acima, as questões são: Quais os elementos gráficos (a saber, "códigos" gráficos) presentes em cada cartaz? Que relação entre imagem e palavra eles hibridizam? (putz, ficou muito formal... reformulando) Que figura gráfica, apesar de ligeiras modificações, está presente nos cartazes?
(...tempo...)

Penso que no primeiro cartaz o elemento gráfico é o corpo humano, e a cabeça como recipiente da consciência; a ilustração é esquemática (nada mais gráfico!). No segundo cartaz, temos uma foto (que é um elemento pictórico e não gráfico), mas o importante é que ela está dentro de uma cabeça (um contorno gráfico que é ao mesmo tempo imagem e palavra: cabeça). No terceiro cartaz, temos que mudar de parâmetros, dessa vez são as máscaras com o rosto do "Jonh Malkovich" que são o elemento gráfico. Isso porque, não é o rosto de uma pessoa, mas a repetição de uma imagem que é uma palavra: "Jonh Malkovich".

Não entenderam? nem eu, mas um dia eu formulo uma senhora teoria sobre a relação entre palavra e imagem nas configurações gráficas... e então, iremos dominar o mundo! (?)
O bacana é ver cartazes tão diferentes girando em torno de conceitos presentes do filme, uma boa referência de design gráfico "cabeça".
danpiantino

SURREAL!


Na Revista Catarina, edição 13, que está nas bancas, tem uma matéria falando sobre Moda e surrealismo...tem tuuudo haver! Estava eu aqui, vendo fotos dos desfiles da London Fashion Week e pá! Surrealismo em tudo! Na semana de moda de Nova Yorke também não foi diferente.

Agora, reflitam comigo sobre esse sapato acima: moda+arte+design. Dá pra viajar muuuito em cima desse sapato. Se fossepor mim, eu escrevia um mega texto falando sobre isso, fundamentando essa nova onde de integração. Tem saias, chapéus e tantas outras peças de moda que vieram recheadas nestas últimas coleções internacionais. Mas pra esse sapato do Marc Jacobs...eu tiro o chapéu!

VAI FAZER CAMISETA! SÓ ATÉ DIA 30!

A CAMISETERIA está fazendo mais um de seus concursos CAMISETERIA EXTRA!, em parceria com a Microsoft Brasil e o blog oficial do Office 2007, tendo como tema o ócio, nome de um blog com este mesmo nome, que acredita na junção de trabalho+lazer. Super legal! No site já tem vááárias estampas...entra lá e confire, e se quiser enviar, ainda dá tempo: é até o dia 30 deste mês. O vencedor e o segundo colocado levam prêmios em dinheiro e produtos.
Entra no site e veja! E corre!

http://www.camiseteria.com/extra_9.aspx

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

SALÃO DO MÓVEL DE MILÃO 2007




legenda das fotos: 1. poltrona Shadow, design de Gaetano Pesce, feita em poliuretano expandido e tecido, fazendo com que a forma fique de acordo com o corpo do usuário/2. cadeira Crochet, por Marcel Wanders, feita em fribra de tecido e resina/ 3. sofá Privé de Phillippe Starck: preto no couro+tecnologia/ 4. sofá roxo super orgânico, em única forma, de Zaha Hadid para a B&B Itália/ 5. Booksit: cadeira móvel de madeira de Nils Holger Moormann/ 6. fruteiras do designer Luca Casini, feita de corian perfurado, é fixado por uma base de metal que a projeta.




A ARC Design disponibilizou no seu site alguns dos móveis expostos no Salão do Móvel de Milão deste ano. Para não ficar atrás dos mix de tendências presentes em todas as áreas criativas, os móveis este ano contam com vários materiais e influências, como uso de metal, matérias-primas naturais, design e arte...a sustentabilidade anda dando um nó nas definições, não é?! Enfim...o geométrico e o orgânico aparecem bastante também, em cores mais neutras ou mega coloridas. Tecnologia x natureza, design+arte, o menos ainda é mais na produção das peças do século XXI...uma tremenda confusão! Tem muita coisa legal. Confira!




terça-feira, 18 de setembro de 2007

De certeza eu queria um desse no meu quarto!


Essa onde de arte meio design gráfico que mistura com moda e decoração ta uma febre mesmo! Essa coisa pop de rua, de Andy, surreal, Duchamp e pop art...dá pra entender? Delícia essa loucura toda!
Agora, quando me deparo com um móvel lindo desse, todo em HQ, fico doida. Quero um correndo. Este foi feito pelo artista Guido Crepax, que criou a personagem “Valentina” em 1965, com muito erotismo e pscicodelismo. Deu pra sacar? Isso é muito legal...arte+design...graaande polêmica...

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

HAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!


Amei...tipo, não defendo e nem idolatro a revista Veja, mas gente...essa capa tá demais! Chegou em casa ontem e morri de rir...dá vergonha mesmo, né gente?
Nada como uma foto estourada na capa...uma técnica que adoro praticar...o impacto que isso dá, ainda mais com uma cara bonitinha dessa...

domingo, 16 de setembro de 2007

SINALÉTICA


Achei! Nessa onda de grafitti, falado em todas as mídias, de "Mais Você" à revistas de moda, achei um blog muuuuuito legal, feito há uns 2 anos pelo Dan. Foi um blog que surgiu do nosso trabalho de “Sinalética”...pode deixar que um dia explicamos pra vocês o que realmente é sinalética...um trabalho inesquecível, que os sinaléticos (Dan, Carol e eu) literalmente viajaram na maiona...noites, tardes, manhãs procurando, pesquisando e inventando sobre a sinalética. Eu até achei que ia demorar pra tocar nesse assunto...mas não pense você que é simplesmente sinalização....engano seu! Primeiro observe as imagens, que coletamos no nosso “Centro inspirador de Artes”, onde tinha de tudo, de pessoas a intervenções gráficas e artísticas...show de bola...ai, ai, épocas de facul que não voltam mais....



sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Yves Klein - performance


Como prometido no post anterior, aqui está o vídeo da Performance de Yves Klein, Antropometrie of the blue, filmada em 1960.
Falando em performance, terça-feira dia 18/09, acontecerá a performance Amavisse no MASC (CIC) entre às 18h e 20h. Como parte da programação do evento "De dentro para Fora" (mostra do CEART no MASC). Eu colaboro com a concepção de espaço dessa performance, que inquieta questões sobre corpo, palavra, espaço e sexualidade - direção geral de Tama Ribeiro, com Lara Mattos, Drica Santos e Ana Fortes.
nos vemos lá!

danpiantino

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

performance Antropometrie of the blue




"Antropometrias do azul", assim Yves Klein chamava a performance na qual modelos recebiam tinta e serviam de carimbo sobre a obra. Era uma performance onde a pintura como obra era articuladas em outras dimensões e ferramentas, as modelos serviam de "pinceis vivos" e era através da condução verbal de Klein que as manipulava:
"Maestro" de uma arte espectacular que cada vez menos fazia sozinho - são preciosos os filmes de época sobre as performances e happenings, mostrando, por exemplo, como alguém molhava os suportes enquanto o pintor os trabalhava com lança-chamas industriais, ou o modo como se limitava a "dirigir" os modelos perante plateias boquiabertas -, Yves Klein acabaria por transformar o espaço no centro das suas inquietações" (texto online "Klein e os limites").

Dessa forma, Silvia Guerra, resume bem: "Klein impregna de matéria o corpo das suas modelos para fazer os seus famosos “sudários”. A ação pictórica veste-se de corpo, a ação veste-se de matéria, ficam as marcas do vampiro" (crítica da exposição no Centre Pompidou).

Relacionando a performance Antropometrie of the blue e o post da performance SPLASH your self, observem na terceira imagem que violinistas executam uma música no momento da performance. Na foto do post anterior, enquanto Antonio Bokel mancha a roupa da modelo, um violinista está presente. Interessante também, o texto "Moda e Performance" de Helen Pomposelli, começa dizendo: "Moda na Velatura. Uma união entre moda, arte e dança, onde só nos resta o corpo versus o movimento...." (site Ego).

Assim que conseguir (e ser for possível no blogger) coloco o vídeo da performance do Yves Klein aqui. inté
danpiantino

terça-feira, 11 de setembro de 2007

performanceSPLASH




SPLASH your self
coleção out/inv 2007 da Soul Seventy (RJ).
Talvez, no mundo da moda, o desfile da Soul Seventy em janeiro já seja coisa do passado... pois é justamente no passado (década de 60) que se estabelecem as relações entre a proposta desta coleção e as artes visuais. (hum?) Eu explico melhor:
"A grife Soul Seventy pintou duas modelos em plena passarela. Os estilistas Amanda Mujica e Antonio Bokel se fundamentaram na performance Antropometrie of the blue de Yves Klein, em 1968, ocasião em que modelos eram pintadas e carimbadas na tela. A linha inverno 2007 traz estampas simulando manchas de tinta sobre moletons e malhas, nas fortes cores pink, amarelo e verde-limão" (Thaís Camargo, notícias do Fashion Rio Inverno / site terra).

Em resumo, Antonio Bokel fez uma performance em pleno desfile, tendo como referência as performances de Yves Klein. A mão da modelo fica cheia de tinta. Destaque para camiseta masculina com a mancha rosa gigante, com o homenzinho atrás de um pequeno guarda-chuvas, é bem humorada.

Vale a pena entrar no site da coleção e mergulhar em manchas de tintas luminosas (splashes) que são muito "gráficas" por sinal (ver assinatura visual da estrada do site). E vale conferir o editorial no qual o Bokel joga tinta na modelo ao som de um violino (uma performance, não é?). Mas como eram as performances de Yves Klein lá na década de 60? isso eu explico no próximo post.
danpiantino

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

SÓ PRA DIZER...


Bem bobagem...essa bandeira é só pra dizer que somos de SP...hahahahaha!!! Né Dan?
A gente não tem o que falar hoje...estamos nos adaptando...início de semana...saudades da terrinha preta, branca e vermelha! Por coincidência ou não, as cores que mais uso, que mais gosto e que ficaram fazendo parte do blog...hahahaha!!! Coisas...
vivian

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

FERIADÃOOOOOOO!!!!

Um ótimo dia para se começar um blog, não?! Tipo, fazia muuito tempo que a gente não se via, né Dan? É Vivian…hahahahaha!!! Pois é…um blog onde dois designers irão debater, se expressar, conversar e produzir muuuito… e também… como é, Dan? Para começar, "viajamos" por Coqueiros, floripa/SC [ver foto]. Viagem? A gente explica o que é falando do conceito do blog:
A idéia é CONECTAR diversas expressões visuais do cotidiano como cinema, moda, cultura pop, música, TV, tendência, fotografia, publicidade, videoclipes, HQ´s, arte, história, universo acadêmico…ufa, infinitamente tudo onde o design pode estar presente - interagindo, pirando, designando, grafitando, "despirografando"!Já é! êêê!!!
dan+vivian

DESPIROGRÁFICO

conectando desde 09/2007

DESPIROGRÁFICO

meu mundo é observar